Aberto Segunda - Sexta 8h às 18:00
E-mail vendas@scvidros.com.br Ligue 51 3315-1585 – 51 99602-1030
Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no comentário
Pesquisar nos posts
Pesquisar nas páginas
Orçamento Online

10 Casas de vidro que irão te surpreender

Esses tipos de construções são espetaculares, oferecem uma estética única e conseguem fundir-se totalmente com o ambiente que a rodeia. Ainda que não sejam muito comuns, chamam a atenção e fascinam. Cada uma dessas casas é um desafio para os arquitetos e alguns deles as converteram-se em obras primas de suas carreiras. A seguir, mostramos 10 fascinantes casas de vidro que irão te surpreender.

#1 Casa Farnsworth

Desenhada pelo arquiteto Mies Van Der Rohe, construída entre 1946 e 1951, é uma das casas propulsoras desse movimento moderno da arquitetura. São muitos os arquitetos que se basearam nos princípios dessa casa para realizar construções similares. A casa, construída em aço e vidro, encontra-se em Illinois, Estados Unidos, e é uma declaração de princípios pela simplicidade arquitetônica e a perfeição dos detalhes construtivos. A casa interatua com o exterior, já que do interior é possível ter plena consciência da paisagem, mas também atua de forma inversa, incorporando o espaço interior que a rodeia.

#2 Glass House

Desenhada pelo arquiteto norte americano Philip Johnson em 1949, está localizada em NeW Canaan, Connecticut, Estados Unidos. O arquiteto inspirou-se no legado de Mies Van der Rohe: “less is more” (menos é mais). Marcou um ponto importante na busca da transparência e na flexibilidade da arquitetura moderna. Foi um projeto muito polêmico, elogiado e criticado ao mesmo tempo, devido ao fato de que alguns a consideravam um modelo pouco confortável para ser habitado. Mas ao mesmo tempo, a transparência do material foi algo inovador, porque já não são as paredes que escondem o espaço interior mas sim a própria vegetação existente em sua localização. Johnson desenhou a casa para ele mesmo e, ao mesmo tempo, como tese para sua formação. Desde então, Johnson viveu sempre nela, por isso também é denominada Casa Johnson.

 

#3 House R 128

Esse minimalista edifício não tem nada o que ocultar. Desenhada pelo arquiteto Werner Sobek, se encontra em Stuttgart, Alemanha. Dividido em quatro andades, as fachadas contam com vidro triplo pelo o qual entra a luz natural em todos os dormitórios através de um filtro. A casa aproveita a luz solar através de painéis e possui energia geométrica e acondicionamento. O interior é caracterizado pela ausência de paredes e por seus espaços abertos.

#4 Casa Rieteiland

O arquiteto Has Van Heeswijk desenhou para ele e sua família essa casa na ilha IJburg, nas redondezas de Amsterdam. O objetivo do projeto era desfrutar da vista. Planejada como um cubo metade transparente e metade opaco, se divide em três andares e sótão. Por um lado, se desenvolve uma total comunicação entre o interior e o exterior, na fachada voltado para o rio, enquanto que, pelo outro lado, buscou a “comunicação” com a rua por onde se acessa a casa. Por isso a marcada diferença de tratamento de suas fachadas e os materiais utilizados.

#5 William’s Studio

Essa edificação de vidro foi desenhada pelo estúdio de arquitetura canadense gh3 e está localizada na paisagem sublime de Stony Lake, em Kawarthas, Canadá. É a casa ideal para um fotógrafo, já que também é utilizada como estúdio para trabalhar em plena natureza. O espaço principal, de dupla altura, abriga as áreas da sala, copa e cozinha, onde a entrada de luz natural potencializa a sensação de amplitude. O dormitório e o banheiro encontram-se no mezanino suspenso do primeiro andar, que é fechado por painéis de correr para maior privacidade. Os principais protagonistas da casa são a paisagem e a luz. 

#6 Casa da neve

Esse modelo de arquitetura experimental é um trabalho em conjunto dos arquitetos Santambrogio Ennio Arosio. Esses mestres a desenharam unicamente para promover sua nova linha de móveis de material transparente. Esse conceito de casa permite desfrutar da paisagem por todos os ângulos, uma experiência visual de 360 graus. Essa casa de forma cúbica e de três andares está feita completamente de vidro: escadas, estantes, cozinha… Algumas cortinas na fachada criam uma mínima privacidade no interior da casa, na qual não existe nenhuma intimidade entre dormitórios, nem ao menos de um andar para outro. É a casa perfeita para aqueles que desejam viver em contato direto com a natureza.

#7 Casa Överby

Essa residência de verão foi desenhada pelo estúdio de arquitetura sueco John Robert Nilsson Arkitektkontor. Se encontra no belo arquipélago de Värmdö, em Estocolmo, e desfruta de algumas magnificas vistas graças a suas fachada de vidro. A planta, de forma retangular, se apoia sobre uma base de concreto, uma estrutura que faz com que a fronteira entre o interior e o exterior desapareça. Essa minimalista e sustentável casa conta com alguns avançados sistemas tecnológicos como uma bomba geométrica (produz agua quente e aquecimento interior). As fachas são de vidro totalmente incolor fabricado com baixo conteúdo de ferro, o que possibilita uma transparência perfeita para a observação das cores enquanto mantem a temperatura interior. Conta com um suporte demótico via internet.

#8 Villa V in T

Localizada em Flandes, Bélgica, foi desenhada pelo estúdio de arquitetura Beel e Achtergael. A casa se estrutura em dois andares, o primeiro foi desenhado para negócios e fins recreativos, enquanto o andar térreo, que tem forma de U, foi desenvolvido para a vida privada da família. O desenho caracteriza-se pela simplicidade, estilo e elegancia.

#9 Villa Roces

Essa casa, localizada em Brujas, Bélgica, foi desenhada pelo estúdio belga Govaert & Vanhoutte. Uma caixa de vidro no meio do bosque e cheia de contrastes:  a estrutura do vidro contra a matéria orgânica do bosque e a forma horizontal e estreia da casa contra a verticalidade das árvores. Conta com dois andares, um deles embaixo do nível da terra, onde se encontra o dormitório principal, o banheiro e a sala desse andar. Para que esse andar receba luz natural foi cavada uma abertura na parte da frente da casa, onde existe uma piscina. Destaca-se pela singularidade de sua distribuição.

#10 Float House

O estúdio de arquitetura Pitsou Kedem Architects desenhou essa casa localizada em Tel Aviv, Israel. O objetivo do projeto era criar um espaço contínuo dividido por pátios interiores e paredes móveis de vidro utilizados para várias funções. Se desenvolvem uma série de espaços concebíveis como internos e externos. Os diferentes espaços e pátios interiores se unem em uma estrutura a partir de duas coberturas ultraleves suportadas em um ponto central. Cria–se um efeito ótico no qual parece que a casa e o teto flutuam no ar por cima das paredes estruturais.

Esperamos que tenham gostado de conhecer essas fascinantes casas de vidro!

Fonte: https://projetos.habitissimo.pt/projeto/10-casas-de-vidro-que-irao-te-surpreender#1